sexta-feira, 21 janeiro
NOTA DE REPÚDIO
NOTA DE REPÚDIO
Chocada e indignada com o assassinato de Maria Juciana Silva, mais uma vítima de feminicídio, ocorrido ontem, 20, em nossa cidade, a Diretoria do Sincomerciários expressa a sua solidariedade à família enlutada. Repudiamos mais este ato de violência contra a mulher, uma postura histórica em nossa entidade, que sempre defendeu os direitos e a segurança das mulheres.
A tristeza que toma conta dos nossos corações com o ocorrido no Dia Supermercado, onde a Maria Juciana trabalhava como segurança, não nos afasta do nosso pedido pelo fim de toda e qualquer forma de violência à mulher. Quando uma mulher é atingida, todas são.
Exigimos a adoção de políticas públicas competentes que defendam, protejam e acolham as mulheres mediante as denúncias realizadas. Não podemos permitir que mais casos como esse entrem para essa estatística tão trágica.
Aos 35 anos de idade, Maria teve a sua vida interrompida brutalmente pelo ex-companheiro que, depois do assassinato, cometeu suicídio.
À família, reiteramos as nossas condolências e o nosso respeito diante deste momento de perda e imensa dor.
Márcia Caldas
Presidente