segunda-feira, 26 fevereiro
Assembleia com funcionários do “Torra Torra” discute Convenção Coletiva e Projeto de Lei de flexibilização de horário do comércio

No último sábado, 24/02, a Presidente do Sincomerciários, Márcia Caldas, fez mais uma assembleia, desta vez, com os funcionários da loja “Torra Torra”, de Rio Preto.

Realizada no início da manhã, cerca de 40 trabalhadores participaram da reunião que tinha como objetivo esclarecer o andamento das negociações da nossa Convenção Coletiva. “Não vamos assinar a convenção permitindo que direitos essenciais do trabalhador sejam eliminados. Vamos brigar até o fim para manter o que batalhamos para conquistar”, afirmou a presidente.

Flexibilização de horário

Márcia Caldas, Presidente do Sincomerciários, durante assembleia com os funcionários do “Torra Torra”

Ao lado da Diretoria do Sincomerciários, Márcia também falou sobre o Projeto de Lei de Autoria do Vereador, Paulo Paulera, que prevê flexibilizar o horário de funcionamento do comércio em Rio Preto, liberando os comerciários para trabalharem em qualquer horário, inclusive domingos e feriados.

“O trabalhador precisa estar ciente de tudo o que vai mudar em sua vida se este projeto for aprovado. Isso não pode acontecer. E por isso, nós precisamos estar mais unidos que nunca para mais essa luta”, reforça Márcia. (clique aqui para ler mais a Projeto de Lei).

 

Vamos para a luta

Em outro destaque da reunião, a presidente lembrou que o governo municipal passa por mudanças importantes, como nomeações patronais que podem ser significativas no dia a dia do trabalhador. “Eu repito: este é um momento de união. Se não estivermos juntos, vamos deixar outras pessoas decidirem por nós. E quando eu digo juntos, é juntos nas ruas, no comércio, na Câmara Municipal de Vereadores. O trabalhador tem que mostrar a sua força em todos os lugares. Vamos pra luta!”, convocou a presidente.

Toda a presidência do Sincomerciários está pronta para lugar pelos direitos do trabalhador. E contamos com você ao nosso lado. Faça a sua parte. Sindicalize-se. E fique atento: não permita que falem por você. Vamos usar nossa voz, nossa força e nossa união. Juntos, somos mais fortes.