terça-feira, 13 março
Federação encerra o “Mulher Valorizada”, que durou três dias e reuniu 3.200 comerciárias

Nesta terça-feira, 13 de março, mais de mil mulheres representando 31 sindicatos filiados participam do encerramento da oitava edição do evento “Mulher Valorizada, Comerciária Fortalecida”, que acontece desde o dia 8 de março no Parque Aquático do Centro de Lazer da Federação dos Comerciários na Estância Turística de Avaré.

Foram três dias de atividades que reuniram 3.200 mulheres de todo o Estado de São Paulo. Elas foram ao local para refletir sobre as reivindicações da categoria, aprovar as 12 deliberações que vão balizar a luta comerciária nas bases e inaugurar, efetivamente, o maior Parque Aquático do Sudoeste Paulista.

Hoje, curtem as atrações do Parque as trabalhadoras provenientes dos Sincomerciários de Araçatuba, Americana, Araraquara, Assis, Avaré, Bebedouro, Caraguatatuba, Dracena, Garça, Guaratinguetá, Itapetininga, Itapira, Ituverava, Jaboticabal, Jacareí, Jaú, Limeira, Lorena, Marília, Mogi Guaçu, Pirassununga, Registro, Rio Claro, Santos, São José do Rio Pardo, São José dos Campos, São Paulo, Sertãozinho, Sumaré, Taubaté, Tupã.

Valor da unidade

Quatro presidentes de sindicatos dividiram, hoje, o palco com o presidente da Fecomerciários, Luiz Carlos Motta, e todas saudaram as comerciárias presentes: Michelle Oliveira (Rio Pardo), Lucelena Fimino (Caraguatatuba), Nancy Felippe (Sumaré) e Márcia Caldas (Rio Preto), coordenadora da Secretaria da Mulher da Federação.

Durante sua fala, Motta sublinhou que o Parque Aquático é mais uma demonstração de contas da correta aplicação do custeio sindical. Frisou o valor da unidade e do voto certo em outubro para evitar mais retrocessos à classe trabalhadora, que já enfrenta reformas prejudiciais como a trabalhista, a terceirização sem limites e a sombra da reforma previdenciária que, se aprovada pelo Congresso, acaba com o sistema de aposentadoria no País.

“Vocês, comerciárias, fazem parte de uma categoria histórica, assim como são históricos estes três dias do ‘Mulher Valorizada, Comerciária Fortalecida’. Somente nós realizamos um evento deste porte e com uma categoria só. Só as comerciárias e os comerciários paulistas contam com esta estrutura, com um Centro de Lazer desse porte e um Parque como esse”, afirmou o presidente.

Segundo Motta, como as comerciárias são formadoras de opinião, elas devem propagar as 12 deliberações aprovadas por unanimidade nos seus locais de trabalho e incentivar a sindicalização em suas bases.

Interação

Já Márcia Caldas afirmou que ao fazer um evento como este, o sindicalismo comerciário promove a interação de trabalhadoras de todo o Estado e as reivindicações fortalecem as mulheres e suas entidades. Afirmou que o que mais viu nos três dias do evento foi a demonstração da capacidade que a Federação tem de avançar na conquista de patrimônios para a categoria e no engajamento e comprometimento dos seus sindicatos para lutar pelo bem-estar das mulheres.

Aparecido Bruzarosco, diretor da Federação e presidente do Sincomerciários de Ourinhos, chamou a atenção das comerciárias para o voto consciente. “Uma categoria com 2,7 milhões de trabalhadores somente no Estado de São Paulo precisa ter legítimos representantes nas esferas políticas”, acentuou.