sexta-feira, 20 setembro
Nota sobre o Grupo Laranjão

A Diretoria do Sincomerciários de Rio Preto considera lamentável a decisão de o Grupo Laranjão fechar mais unidades em nossa cidade.Os impactos destes fechamentos interferem nos índices de desemprego, com o fechamento de postos de trabalho, têm efeitos nocivos em toda a rede de fornecedores e afins da tradicional rede de supermercados e inibe a economia da nossa cidade. A renda familiar cai e, com ela, o consumo. A economia estanca um pouco mais.
Para o nosso Sindicato, o encerramento das atividades, com o consequente desemprego, e seus demais efeitos nocivos, deveria ter sido alvo de discussões exaustivas, para evitar o mal maior que, infelizmente, agora testemunhamos.
O resultado de um País recessivo, hoje, chega a novos lares de trabalhadores e de trabalhadoras vitimados pelo desemprego. Nos frustra vir à público e informar o encerramento das atividades do Laranjão da rua Espanha, Danilo Galeazzi e Jardim Planalto.
O fechamento abrupto desses postos de trabalho, além do grande impacto no comércio e na sobrevivência de centenas de trabalhadores, aprofunda também o abatimento social, uma vez que, dificilmente esses trabalhadores serão recolocados de imediato no mercado de trabalho.
Há uma agravante nesta situação muito preocupante para o Sindicato, haja vista que pela sua situação econômica, a empresa alega não terá condições financeiras para arcar com o custo das demissões.
Em face disso, os trabalhadores deverão ajuizar ações trabalhistas para garantia de seus direitos via Poder Judiciário, devendo ser esclarecido que o Grupo Laranjão está em situação de Recuperação Judicial, bem como caso ocorra uma decretação falimentar do mesmo.
O Sindicato, desde que a empresa apresentou Recuperação Judicial, vem prestando assistência jurídica aos funcionários.
Estamos à disposição

Márcia Caldas Fernandes
Presidente